Como ter uma boa qualidade na impressão nas suas agendas e cadernos

Como ter uma boa qualidade na impressão nas suas agendas e cadernos?

Um verdadeiro pesadelo e que é muito comum para quem gosta de guardar momentos em forma de fotografias,é a falta de qualidade na impressão, e ele acontece, geralmente, no momento em que estamos com as mãos mais atadas.

É muito comum nos depararmos com registros que parecem estar perfeitos em meios digitais – como celulares, TVs e computadores – mas que, quando colocados no papel, perdem a perfeição e o brilho de quando eram vistos antes. E o mesmo vale para outros arquivos que pretendem serem impressos, como: cartazes, pôsteres, agendas personalizadas, cadernos personalizados e afins.

Por esse motivo, é de grande importância saber qual qualidade de imagem é boa para impressão.

E como saber isso?

O primeiro ponto que precisamos descobrir é o tamanho que terá o impresso final. Isso será de extrema importância para que o arquivo possa ter as dimensões e especificações necessárias para ser produzido da forma que você precisa.

Após ter isso em mente, precisamos saber que a resolução de uma imagem impressa é medida através de DPIs (dots per inch, ou pontos por polegada, em português). Essa medida informa quantos pontos de cor estão contidos em uma polegada do arquivo. Quanto mais pontos, mais qualidade na impressão. O padrão, para impressos, é de 300DPI.

Exemplo:

Como ter uma boa qualidade na impressão nas suas agendas e cadernos

Fatores importantes para uma impressão de qualidade

É preciso estar muito atento ao tipo de papel, ou superfície, em que o trabalho está sendo feito, e identificar qual é o mais adequado para cada tipo de serviço. Existem várias alternativas, papéis fotográficos, couché, e outros. Cada um é específico para um tipo de impressão.

 

Dicas importantes

  • Siga o gabarito

Mas o que são gabaritos afinal? São os arquivos que contêm as informações sobre as dimensões e sangrias para produção do projeto.

Seu uso é essencial para prevenir os problemas de arquivos reprovados e impressões em não conformidade.

  • Converta todos os textos

Antes de fechar seu arquivo em PDF X/1-a, converta todos os textos do seu layout em curvas (vetor).Deste modo você evitará que a fonte utilizada seja alterada.

  • Envie o arquivo no padrão adequado de cores

Para que a impressão do seu arquivo seja feita com as cores esperadas, faça a conversão para o padrão CMYK.

  • Salve todos seus arquivos em PDF/X-1a

Para que seus arquivos sejam aprovados mais rapidamente, se possível envie todos eles em PDF/X-1ª. Assim, não precisarão aguardar na fila para passar por análises técnicas.

Se todos esses pontos forem observados, não existirão problemas na hora de mandar rodar na gráfica. Peça já a produção do seu material e tenha qualidade garantida!

Caso tenha dúvidas que vão além das explicadas nesse artigo, entre em contato com a nossa equipe. Estaremos prontos para atendê-los.